Diocese celebrará Mês Missionário Extraordinário


15/09/2019 - 11:48
Missa de Abertura do Mês Missionária Extraordinário será dia 01/10 às 19h30 na Catedral

 

A Diocese de Votuporanga, em comunhão com a Igreja no mundo, celebrará no próximo mês de outubro o Mês Missionário Extraordinário (MME). A celebração de de início do MME será realizada no dia 01/10, às 19h30, na Sé Catedral de Nossa Senhora Aparecida.

Para esta celebração, o bispo diocesano, Dom Moacir, convida as 5 Regiões Pastorais da Diocese a se organizarem, trazendo uma bandeira com o símbolo do Mês Missionário Extraordinário:"Batizados e Enviados - A Igreja de Cristo em Missão no Mundo" com o nome da sua região. Na procissão de entrada, cada região entrará com sua bandeira.

Em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco durante o ângelus anunciava publicamente para toda Igreja sua intenção de proclamar um Mês Missionário Extraordinário em outubro de 2019 para celebrar o centenário da carta Apostólica Maximum Illudde seu predecessor o Papa Bento XV. Neste mesmo dia o santo Padre enviou uma carta ao Cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para Evangelização dos Povos e presidente do comité supremo das Pontifícias Obras Missionárias (POM), encomendando “a tarefa de preparar este evento, especialmente através de ampla sensibilização das Igrejas particulares, dos Institutos de vida consagrada e Sociedades de vida apostólica, assim como, associações, movimentos, comunidades e outras realidades eclesiais”.

Para reavivar a consciência batismal do Povo de Deus em relação a missão da Igreja, o Papa Francisco escolheu para o Mês Missionário Extraordinário o tema “Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo”. Despertar a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral é o objetivo deste mês que está em sintonia com a solicitude pastoral do Papa Bento XV em Maximum Illud e a vitalidade missionária expressada pelo Papa Francisco na Evangelii Gaudium: “A ação missionária é o paradigma de toda obra da Igreja” (EG 15). Trata-se de “pôr a missão de Jesus no coração da Igreja, transformando-a em critério para medir a eficácia de suas estruturas, os resultados de seu trabalho, a fecundidade de seus ministros e a alegria que eles são capazes de suscitar. Porque sem alegria não se atrai ninguém” (Reunião do Comitê diretivo do CELAM, Bogotá, 7 de setembro de 2017).
O compromisso com a conversão pessoal, comunitária e pastoral a Jesus Cristo crucificado, ressuscitado e vivo em sua Igreja, renovará o ardor e paixão por testemunhar ao mundo, através da proclamação e da experiência cristã, o Evangelho da vida e da alegria pascal (Lc 24, 46-49).

 



Ultimas Matérias
Homilia do Papa Francisco na canonização de Irmã Dulce e outros beatos
Conheça os 5 novos santos da Igreja Católica
Irmã Dulce dos Pobres foi canonizada pelo Papa Francisco
Catedral celebrará Dia da Padroeira
43 anos de falecimento do Frei Arnaldo
Veja Mais